Comportamento

O que mudou na minha vida depois que parei de comer carne

11:26



Já faz um bom tempo desde o dia que parei de comer carne vermelha. Na verdade, faz tanto tempo que não sei dizer quando e como foi, mas sei que foi por motivos relacionados a má digestão e cansaço, já que para digerir um bife nosso corpo precisa de muita energia e no momento aquilo estava me afetando.

No começo eu não tinha muita informação sobre as consequências do consumo de carne e nem pensava em ser vegetariana, até que um dia assisti ao documentário Cowspirancy e percebi que consumir algo que não faz bem para o meu corpo, para o planeta e para outras pessoas não deveria fazer parte da minha vida. Então parei de consumir todos os tipos de carne e um ano depois também parei de ingerir ovos, leite e derivados. Sempre recebo perguntas sobre o que eu como, como faço certas coisas, o que mudou e não posso negar, essa decisão impactou minha vida de várias maneiras e nem todas são tão positivas.

Vou começar falando primeiro da pior parte. Infelizmente quando você para de comer algo por algum motivo que não seja emagrecer, as pessoas se sentem incomodadas. É bizarro, eu sei, mas foi o que aconteceu comigo. Além das piadinhas, da preocupação instantânea com a minha saúde e dos convites para jantares onde todos os pratos levavam carne intencionalmente, você vai aguentar muita gente no seu pé. Como se isso não fosse chato o suficiente, prepare-se para não ter opções em muitos restaurantes. Mas sinceramente, se comparar esses dois incômodos com os beníficios, eles acabam se tornando irrelevantes.

O resto é só maravilha. Você se sente melhor, com mais energia boa, mais vivo. Parece exageiro, mas experimente passar uma semana sem ingerir produtos vindos de animais que você vai entender. Tudo no universo é energia, e adivinha só como é a energia de um bife que um dia foi um animal que passou a vida sofrendo e sentindo medo até que um dia for assassinado? Pense além do paladar. É isso que você quer fazendo parte de você?

Também aprendi a ter mais consciência, não só ambiental, mas com aquilo que coloco no meu corpo. Meu paladar mudou e descobri uma quantidade absurda de sabores e alimentos que antes não eram nem um pouco atraentes. É incrível o quanto você começa a repensar sua alimentação e a procurar aquilo que realmente vai alimentar e nutrir seu corpo. Mas aqui ninguém é hipócrita então confesso que rola muita pizza e hambúrguer. Além disso comecei a me aventurar na cozinha e a testar receitas novas. Para alguém que sempre passou longe do fogão, isso é uma mudança e tanto.


Mas no geral, ser vegetariana não mudou só a minha alimentação, mas minha forma de pensar. Hoje sou muito mais crítica com tudo que é considerado “normal” pela sociedade. Sei o tamanho da minha capacidade de adaptação e de mudar hábitos que estiveram comigo durante uma vida. Sinceramente, foi a melhor coisa que eu poderia ter feito.

Se você ja pensou em mudar alguém hábito, não necessáriamente relacionado ao consumo de carne e pensa que é impossível, só posso dizer que não é. Se você já pensou em parar de comer carne, mas acha que não vai conseguir por que gosta muito, pense no bem que você vai fazer e deixe de lado algo tão egoísta quanto o paladar, até por que você vai comer muitas outras coisas gostosas.  

Agora quero saber a opinião de vocês sobre consumo de produtos de origem animal. Alguém já tentou ser vegetariana? Como foi? Me conte aqui nos comentários.



Você pode gostar disso

0 comentários

Obrigada pela visita!

Sinta-se em casa e se gostar do post, não esqueça de comentar.

Beijos!

Último vídeo

Assista também: