Comportamento

Nem jovem, nem velha. Apenas eu.

21:52



Sempre pensei que quando passasse dos 25 anos já teria tudo resolvido na vida. Sabe, aquelas coisas básicas tipo carreira, vida amorosa, estabilidade… Então passei dos 25 e percebi que estava bem longe de ter tudo resolvido. Aliás, não demorou muitos anos pra que eu bagunçasse o pouco que estava sendo encaminhado. Então o número 28 bateu na porta e quase surtei. Falta pouco para 30 e eu aqui, ansiosa por aquela série. 

Como não dispenso um bom drama, comecei a me sentir imatura e a dar importancia para o que todo mundo fala. Ou não fala, mas na minha cabeça pensa. Cria vergonha guria, quase 30 e continua nessas? Trabalha mais. Economize mais. Pare com as festas. Não, não pare, ou você nunca vai arrumar um namorado. Nossa, quase 30 e solteirona, o relógio biológico tá correndo hein. Será que já esta na hora de usar cosméticos anti-sinais? Ta ficando velha pra usar estampas de unicórnios! Cabelo colorido é coisa de adolescente, cadê o corte sofisticado que parece ter custado uma fortuna?

Será que eu deveria me sentir velha? Ou ainda sou bem jovem? Na verdade eu não me sinto com 28 anos, nem com quase 30 nem com 20 e poucos. Não me sinto com nenhuma idade. Só sinto que sou eu, mais nada. Mas e os outros? Os outros que se sintam como lhes convém. Eu me sinto como sou. Nem jovem, nem velha. Apenas eu. Talvez eu tenha um tempo diferente do resto do mundo. Ou talvez eu seja imortal, não sei, nunca testei. Ou quem sabe eu tenho o super poder de controlar o tempo e ser quem eu sou quando quero. Faz sentido, já que as vezes eu acordo curiosa como se tivesse 5 anos, vou dormir  cansada da festa como com 18 e trabalho como se tivesse 35. 


Talvez o tempo não importe, a gente é que faz dele uma grande coisa. Por que não ter 50 anos, cabelo azul, alma de 21, sabedoria de 90 e vontade de 14? Acho que a gente só precisa ser quem é, sem números nem medidas. Só é velho quem acredita que já passou do prazo e muito jovem quem acredita que ainda não chegou lá. E eu? Ainda estou no meio do caminho, nem jovem pra ser velha e nem velha pra ser jovem. Só eu.

Você pode gostar disso

0 comentários

Obrigada pela visita!

Sinta-se em casa e se gostar do post, não esqueça de comentar.

Beijos!

Último vídeo

Assista também: