comida

A incrível geração de mulheres que comem

00:08

Olha eu aqui falando de comida, de novo. Já leram aquele texto "A incrível geração de mulheres que foi criada para ser tudo que um homem não quer"  ou "A incrível geração de mulheres chatas". 

Hoje vou falar de outra geração.  Que está em baixa, mas ainda existe (presente). A incrível geração de mulheres que comem. Em meio a toda onda fitness e que você precisa comer o mínimo possível, correr o máximo possível e esquecer que comer é essencial e maravilhoso.



Não estou falando de pessoas com transtornos alimentares ou coisas do tipo, que comem exageradamente. Estou falando de mulheres que apreciam uma boa refeição sem contar calorias, seja ela com entrada, prato principal e sobremesa em um restaurante chique, ou apenas uma pizza em casa no sábado à noite, ou no domingo de manhã, aquela parte que sobrou sabe, sem esquentar mesmo, com café. (Muito inspirador para uma manhã de domingo).

Falo de mulheres que se permitem comer, sem pensar fazer os cálculos matemáticos terríveis (desculpa, sou de humanas), ou se vão ficar “gordas” e aí “ninguém vai me querer”. Se eu fosse homem eu não ia querer uma mulher chata que faz mimimi e não iria escolher pelos quilos na balança. O Ricardo Coiro <3 escreve sobre isso aqui. É meio exagerado, porém real e engraçado.

Falo ainda da geração que toma uma Corona estupidamente gelada quando chega em casa após trabalhar 10 horas seguidas, ou que vai tomar um chopp na sexta-feira com os amigos. Que vai jantar com o namorado, marido, ficante, use a denominação que preferir, e não fica de mimimi. Come, bebe e e é feliz. Adoro!

Descobri que tenho muitas fotos assim..haha

Conheço pessoas que deixam de comer porque pensam: meu Deus, vou ficar gorda, ninguém vai me querer. Mesmo? Que tipo de cara você está procurando? Reflita sobre isso. Pior. Aquela que já arrumou um namorado, do tipo que é fissurado por academia, deixa de comer para agradá-lo. Uma rica dieta à base de frango com batata doce e whey protein. Não, isso não é vida pra mim. Eu acharia uma relação assim no mínimo chata, pra não dizer insuportável.

Eu, particularmente, jamais me interessaria por alguém assim, que além de querer te controlar (o que mais odeio e não admito jamais), não vai ser parceiro para um dos maiores prazeres da vida: comer. Aqui, volto naquela cientista que fala “está na hora de rever o conceito de que comida não é veneno”.  Quem não leu sobre a pesquisa dela pode ver aqui.

Não interpretem isso como um foda-se para a vida saudável, é óbvio que não. Mas dá pra ser saudável sem ser chata pra comer. Dá pra evitar refrigerante, margarina, produtos congelados cheios de conservantes, coisas que não precisamos recorrer a um especialista pra saber que faz mal. Dá pra comer, dá pra ser saudável e feliz. Não seja escravo de uma ditadura terrível sobre a comida. A vida é curta demais pra não comer. Aposto que sua avó concorda comigo ;)


Você pode gostar disso

0 comentários

Obrigada pela visita!

Sinta-se em casa e se gostar do post, não esqueça de comentar.

Beijos!

Último vídeo

Assista também: