Comportamento

O maravilhoso mundo do unfollow

22:42



O assunto de hoje é sério e algo que me deixa muito chateada. Ultimamente tenho percebido que as redes sociais estão mais para campos de batalha do que espaço para interação. Tudo que se posta é motivo para julgamento e condenação, e o pior, é que as ofensas e comentários negativos estão tomando proporções cada vez maiores, como no caso da blogueira Gabriela Pugliesi, que teve uma brincadeira infeliz transformada em algo muito maior. 

Estamos vivendo em uma era onde as pessoas não aceitam a si mesmas e muito menos aos outros. Onde ser diferente é errado, falar o que se pensa é um problema e originalidade algo tão raro, que encontrar uma pessoa realmente verdadeira é quase assustador. Temos medo de sermos nós mesmos e isso nos faz perder nossa essência e nossa capacidade de aceitar o próximo. Estamos tão preocupados em usar nosso tempo para apontar os defeitos e diferenças dos outros, que não paramos para nos olhar no espelho e perceber aquilo que podemos fazer para sermos pessoas melhores. 

Já tentou passar um dia sem julgamentos e preconceitos? Experimente conhecer as pessoas, conversar e se mostrar genuinamente interessado no que elas tem a dizer. Uma coisa que aprendi é que encontrar algo bom nos outros é uma grande oportunidade de encontrar algo bom em nós mesmos. Conhecer pessoas novas é uma chance de abrir nossa mente, de aprender e principalmente, de ser mais tolerante. 

Voltando as redes sociais, é engraçado como lá todo mundo é lindo, culto e politicamente correto. Ninguém nunca fez piada de mal gosto, colou na prova ou falou mal do vizinho. É tão fácil se esconder atrás de uma tela que muitas vezes falamos coisas que jamais teríamos coragem de dizer pessoalmente. É muito fácil transformar um comentário bobo, mudar o contexto das coisas e criar novos monstros. Mas por que tanto ódio? 

Uma das coisas mais legais em uma rede social é que você decide quem seguir. Então pare de propagar a discórdia. Raiva e ódio fazem mais mal para quem sente do que para quem é alvo. Da próxima vez que não concordar com a opinião alheia ou se sentir ofendido experimente o botão de unfollow, ele faz maravilhas. 




Quanto ao caso Pugliesi  ainda acredito que cabe a nós filtrar o que nos é válido e interessante. Se você não gosta de algo não propague o assunto. Estou acima do peso, amo chocolate, sigo a Pugliesi e continuo achando que a vida é mara.

Você pode gostar disso

0 comentários

Obrigada pela visita!

Sinta-se em casa e se gostar do post, não esqueça de comentar.

Beijos!

Último vídeo

Assista também: