Comportamento

I believe in a thing called Love

10:00

Uma vez estava observando um casal apaixonado. Os beijos, os apelidinhos, o carinho e todas as coisas fofas. Olhei pro lado e falei o quanto gostaria de viver um amor assim, mas naquele momento a resposta que ouvi acabou todas as minhas esperanças: Isso não existe, é só pra vender um imagem. 

É tão engraçado, e ao mesmo tempo assustador, pensar no que simples palavras podem fazer com o espirito de um pessoa. Foi como se toda a luz e aquele quentinho que a gente sente quando se imagina amando, fossem sugados de mim e substituídos por nada. Amor? Só nos livros, no cinema e nas músicas. Amor de verdade, aquele que te deixa boba e faz ficar pensando em beijos e frases fofas… Tudo enganação.

Será? Acho que não.

I wanna kiss you every minute, every hour, every day
You got me in a spin but everything is A. OK!


Se esse nível de amor realmente existe, ainda não sei. Mas depois que comecei a viver de verdade percebi que aquele calorzinho havia começado a surgir novamente. É amor? Não, é esperança.  Descobri que quanto mais eu me cerco de amor, seja ele de amigos, de mãe, ou de ficção, mais amor aparece e mais eu acredito nele.

I believe in a thing called love 
Just listen to the rhythm of my heart 
There's a chance we could make it now 
We'll be rocking 'til the sun goes down 
I believe in a thing called love 

Você não precisa viver algo para saber que é real, as vezes a gente só precisa acreditar na possibilidade pra sentir que está cada vez mais perto. Então sim, eu acredito no amor. Não importa o que digam, não importa o que eu viva. Não vou deixar de acreditar. E quanto mais eu acredito, maior fica aquela luz. Espero que um dia ela atrai uma mariposa. 




O texto de hoje surgiu depois de ouvir uma música. Não deixa de ser amor, né?



Você pode gostar disso

0 comentários

Obrigada pela visita!

Sinta-se em casa e se gostar do post, não esqueça de comentar.

Beijos!

Último vídeo

Assista também: