Cinema

[Filme] Cidades de Papel

13:00

Título Original: Paper Towns
Lançamento: 09 de Julho de 2015
Direção:Jake Schreier
Duração: 109 minutos
Gênero: Romance

Segunda adaptação de John Green para o cinema. Segunda adaptação literária que me deixa de boca aberta por ser tão incrivelmente bem adaptada e por seguir tão bem a história original. Em Cidades de Papel conhecemos Quentin, um jovem garoto que acredita que cada um tem o seu pequeno milagre. O dele foi se tornar vizinho de Roth Spiegelman. Quando ainda era crianças, Margo se mudou para a casa em frente a dele, e logo os dois se tornam amigos. Quentin, ou simplesmente Q, se torna platonicamente apaixonado por Margo, e apesar de ambos serem vizinhos e estudarem na mesma escola, com o tempo eles acabam se distanciando.

Eles cresceram e Margo se torna uma jovem bem diferente do que sempre foi. Seguiu o estilo de viver a vida da forma mais adoidada possível. Já Quentin é o típico garoto certinho. Nerd, ele se preocupa em tirar notas altas e sonha em se tornar médico.


Em uma noite, sem mais nem menos, Margo aparece na janela de Q com um plano mirabolante. Ela quer que ele ajude-a na execução de um plano de vingança. Mesmo preocupado em se meter em encrenca e arruinar o seu futuro, sua paixão pela garota fala mais alto e ele embarca nessa louca aventura.


Alguns dias depois Quentin descobre que Margo sumiu sem dar explicações a ninguém no dia seguinte em que colocaram em prática as suas vinganças. Como Margo sempre gostou de um bom mistério, Quentin acredita que a garota deixou alguma pista escondida sobre seu paradeiro. Assim, Quentin e seus amigos – Ben e Radar – embarcam em uma louca viagem em busca de Margo Roth Spiegelman.

O mágico da trama é que o trio, apesar de estar em busca de Margo, acaba descobrindo mais sobre cada um deles, sobre a verdadeira amizade e o que realmente importa para serem felizes, principalmente sem se importar com rótulos que a sociedade nos impõe. É ótimo ver o crescimento deles neste quesito.

O elenco, de forma completa, fez um excelente trabalho. O casal principal se mostrou com tanta química, bem como os personagens secundários, que foi incrível ver a interação deles. Não só se tratando de uma adaptação, achei o longa incrível, com uma trilha sonora nota 10, sem contar uma participação especial, totalmente inesperada, que fez muita gente berrar na sala de cinema.

Você pode gostar disso

0 comentários

Obrigada pela visita!

Sinta-se em casa e se gostar do post, não esqueça de comentar.

Beijos!

Último vídeo

Assista também: