Cinema

[Filme] A Teoria de Tudo

13:00

Título Original: The Theory of Everything
Lançamento: 29 de Janeiro de 2015
Direção: James Marsh
Duração: 123 minutos
Gênero: Biografia/Drama

"Não importa quão ruim a vida pareça estar, onde há vida, há esperança."

Stephen Hawking é conhecido não só por ser um gênio da física, mas também por suas limitações. Este filme é baseado em sua real história de vida, mostrando, principalmente, aquele famoso clichê de que a vida não é fácil, mas se formos persistentes podemos chegar longe.
  
Stephen sempre foi um garoto normal. Um gênio da física estudando em Cambridge. Foi lá que ele conheceu Jane Wide em um baile e se apaixona logo de cara. Após um inusitado acidente no Campus da faculdade, Stephen foi diagnosticado com a doença degenerativa de Lou Gehrig, também conhecida como ELA (esclerose lateral amiotrófica). Quando os médicos descobriram sua doença, deram-lhe a expectativa de dois anos de vida. Seu namoro com Jane Wide estava apenas começando, então ele resolve não procurá-la mais, pois sabe o quão difícil seria para ela conviver com ele, mas ela o amava tanto que não abandonou-o nem o deixou desistir da vida. Não demorou muito para que Stephen ficasse dependente de uma cadeira de rodas, porém, aqueles "dois anos de vida" que seus médicos lhe prometeram viraram piada.




A trama do filme mostra como Hawking conseguiu superar sua doença para seguir a sua vida e seus sonhos. Ele casou, teve filhos e quase conseguiu ter uma vida normal, apesar de todas as suas limitações físicas.


Eddie Redmayne, no papel de Stephen, fez uma atuação mais do que excelente. Ele incorporou tão bem seu personagem, que exigiu dele uma transformação física enorme, mas que foi trabalhada tão bem que o faz merecedor do Oscar. O próprio Stephen Hawking disse que em vários momentos pensou estar assistindo a  si mesmo.


Felicity não fica às sombras da atuação de Eddie. Sua química com ator fez com que desse um brilho a mais na produção. Ela faz uma ótima atuação no papel de uma mulher que tenta se manter forte, apesar das dificuldades. Felicity deixou seu trabalho com um potencial igual ao de seu parceiro.



Sabemos o quanto é difícil contar uma história (ainda mais sendo baseada em uma história real) em apenas 120 e poucos minutos. Apenas de algumas passagens terem sido mostradas rápidas demais, conseguiram ser bem aproveitadas. É um filme para se emocionar e, principalmente, nos fazer pensar na vida, mas que apesar de ter uma carga emocional forte, foi tratado da forma mais leve possível e em até certos pontos com humor. Uma excelente obra que merece ser assistida.



Falando em Oscar, este filme teve indicação pela atuação do Eddie como Melhor Ator; indicação de Melhor Atriz, com a interpretação de Felicity Jones; Melhor Filme em Drama e Melhor Trilha Sonora. A premiação acontecerá no dia 22 deste mês, e eu estou apostando todas as minhas fixas nele.

Você pode gostar disso

0 comentários

Obrigada pela visita!

Sinta-se em casa e se gostar do post, não esqueça de comentar.

Beijos!

Último vídeo

Assista também: