Livros

Resenha: Os Garotos Corvos

11:52


Sinopse: Todo ano, na véspera do Dia de São Marcos, Blue Sargent vai com sua mãe clarividente até uma igreja abandonada para ver os espíritos daqueles que vão morrer em breve. Blue nunca consegue vê-los — até este ano, quando um garoto emerge da escuridão e fala diretamente com ela. Seu nome é Gansey, e ela logo descobre que ele é um estudante rico da Academia Aglionby, a escola particular da cidade. Mas Blue se impôs uma regra: ficar longe dos garotos da Aglionby. Conhecidos como garotos corvos, eles só podem significar encrenca. Gansey tem tudo — dinheiro, boa aparência, amigos leais —, mas deseja muito mais. Ele está em uma missão com outros três garotos corvos: Adam, o aluno pobre que se ressente de toda a riqueza ao seu redor; Ronan, a alma perturbada que varia da raiva ao desespero; e Noah, o observador taciturno, que percebe muitas coisas, mas fala pouco. Desde que se entende por gente, as médiuns da família dizem a Blue que, se ela beijar seu verdadeiro amor, ele morrerá. Mas ela não acredita no amor, por isso nunca pensou que isso seria um problema. Agora, conforme sua vida se torna cada vez mais ligada ao estranho mundo dos garotos corvos, ela não tem mais tanta certeza. De Maggie Stiefvater, autora do aclamado A Corrida de Escorpião, esta é uma nova série fascinante, em que a inevitabilidade da morte e a natureza do amor nos levam a lugares nunca antes imaginados.

Vou ser sincera com vocês, eu não fui com a cara dessa sinopse e só comprei o livro por causa da autora. Eu sei que isso é meio loucurinha, mas Maggie escreve tão bem e tem o dom de me surpreender a cada capítulo que mesmo se o título do livro fosse “Aprenda a fazer coxinha de duende”, eu compraria só por ser dela. Mas vamos aos Garotos Corvos, um livro maluco, surpreendente e incrivelmente bom.

Nas primeiras páginas me senti perdida com a quantidade de personagens e suas características. A autora cria tramas tão elaboradas e já no comecinho somos inseridos em um universo tão detalhado que  é fácil nos sentirmos perdidos. Mas calma, ao longo das páginas vamos reconhecendo os personagens e no final sabemos tudo sobre eles.

Agora o enredo. Caramelo , que loucura! Magia, bruxaria, lendas, fantasmas, reis, árvores falantes, médiuns e mais um milhão de elementos formam um enredo cheio de reviravoltas, surpresas e coisas malucas. Você pode até pensar que essa mistura deve formar uma grande confusão, só que não. Maggie soube o momento de colocar cada elemento inserir cada surpresa resultando em um livro incrível e impossível de largar.

No momento em que você passa a conhecer cada personagem e percebe o quanto eles são diferentes e fantásticos, fica difícil não se conectar. No final eu já estava torcendo, sofrendo e praticamente tendo crises de ansiedade (Daquelas onde você larga o livro, da uma volta pela casa e continua a leitura depois de uma boa respirada) para saber o que aconteceria nos próximos capítulos. E no final? Ela terminou bem, mas deixou um milhão de coisas pendentes para nos obrigar (Sim, nesse nível)  a ler a continuação.

Os Garotos Corvos reúne magia, mistérios, ação e romance em um livro tão bom que chega a ser viciante. Se você adora livros com uma pegada sobrenatural e muitas surpresas, não pode deixar de ler. Recomendo!


Título: Os Garotos Corvos - Série: A Saga dos Corvos - Autora: Maggie Stiefvater - Editora: Verus - Páginas: 376

Você pode gostar disso

0 comentários

Obrigada pela visita!

Sinta-se em casa e se gostar do post, não esqueça de comentar.

Beijos!

Último vídeo

Assista também: