Livros

Resenha: Amor nas entrelinhas

13:00

Sinopse: Prestes a ficar desempregada, Laura Horsley acha que o convite para ajudar na organização de um festival literário veio bem a calhar. Mas quando recebe a missão de convencer o famoso escritor Dermot Flynn a comparecer ao evento, ela é dominada pelo pânico. Dermot é temperamental, nunca sai de casa e enfrenta um bloqueio criativo. É também o escritor favorito de Laura, além de extremamente atraente e dono de uma longa lista de conquistas amorosas. Por isso, não é de surpreender quando ele diz que só vai participar do festival se ela concordar com uma única condição, que pode colocar em risco não só o sucesso do evento, mas também o coração de Laura.

Amor nas entrelinhas é perfeito para quem adora um romance com um que de contos de fadas. Uma mocinha humilde, um mocinho rico, bonito e famoso, uma fada madrinha, que neste caso usa roupas de grife, dirige uma Ferrari e adora um bom wiski. Todos os elementos estão lá.

Este é um livro calmo. Sabe quando o livro não nos provoca muitas emoções? Não tem muitas tensões, nem muito humor e nem grandes reviravoltas. Confesso que nas primeiras 50 páginas, não estava muito empolgada com a leitura. A narrativa estava lenta, cheia de detalhes sobre coisas que não eram importantes e a protagonista, completamente sem graça. A leitura não estava fluindo e os personagens não estavam me conquistando.

Então Laura (Nossa protagonista sem graça) conhece Monica (Que é incrível), e juntas vão para a Irlanda, encontrar Dermot (Boy magia!) e então tudo muda, tudo fica lindo, divertido e parecendo não fazer parte do mesmo livro. Monica é o tipo de personagem que a gente adora, divertida e corajosa, ela deu uma boa animada no enredo. Dermot é encantador, intenso, sarcástico, meio bad boy… Não tem como não amar. E somente personagens tão incríveis, compensam o fato de que Laura é uma personagem bipolar, que teve seus momentos de graça e simpatia, mas passou mais da metade do livro dizendo “Não posso”, “Não sei”, “Não consigo”, lamentando-se e sendo irritante. Laura tem 26 anos e, acreditem, já vi muito personagem de YA ser mais maduro do que ela. 

A narrativa é super detalhista e em alguns momentos, principalmente se Laura está envolvida, isso se torna um pouco cansativo. Mas espera, se a narrativa é lenta e cansativa, a protagonista é chata, por que ler até o fim? Por que a autora soube inserir diversos elementos que me fizeram ficar morrendo de curiosidade, louca para saber o que iria acontecer nas próximas páginas.


Amor nas entrelinhas é um livro calmo, leve e lento, com uma protagonista que não me conquistou. Mesmo assim, gostei do livro. O enredo nos mostra os bastidores do mundo literário e isso me encantou. Alguns personagens são surpreendentes e as poucas cenas engraçadas são fantásticas. Portanto, este é um livro para ler sem pressa, quando se quer um pouco de calmaria depois de uma leitura mais intensa.



Título: Amor nas entrelinhas
Autora: Katie Fforde
Editora: Record
Páginas: 399

Você pode gostar disso

0 comentários

Obrigada pela visita!

Sinta-se em casa e se gostar do post, não esqueça de comentar.

Beijos!

Último vídeo

Assista também: