Livros

Resenha: Trono de Vidro

23:15



Sinopse: Nas sombrias e sujas minas de sal de Endovier, uma jovem de 18 anos está cumprindo sua sentença. Celaena é uma assassina, e a melhor de Adarlan. Aprisionada e fraca, ela está quase perdendo as esperanças quando recebe uma proposta. Terá de volta sua liberdade se representar o príncipe de Adarlan em uma competição, lutando contra os mais habilidosos assassinos e larápios do reino. Endovier é uma sentença de morte, e cada duelo em Adarlan será para viver ou morrer. Mas se o preço é ser livre, ela está disposta a tudo.

Reis, castelos de vidro, magia e romance compõe o universo de “Trono de Vidro”, um livro que, sem dúvidas, esta no topo da lista das melhores leituras do ano.

Celaena é a melhor assassina do mundo. Treinada desde criança, ela é capaz de matar homens com o dobro de seu tamanho em poucos minutos. Mas nossa protagonista não é apenas letal, ela também é engraçada, romântica, sarcástica, corajosa e muito inteligente. Celaena é o tipo de personagem que nos conquista e esse sentimento persiste até as ultimas páginas. 

Após ficar um ano sendo escravizada em uma mina, Celaena é levada para o Castelo de Adarlan, onde representará o príncipe em uma competição com mais 22 participantes, todos assassinos, ladrões ou soldados sanguinários. O prêmio é tornar-se o campeão do rei e conquistar assim a liberdade. 

Mas a medida que a competição se desenrola, a autora inseriu novos elementos ao enredo. Celaena descobre que há um mal rondando pelos corredores de Adarlan, uma magia maligna que coloca a vida de todos em perigo. O enredo é repleto de suspense, magia e reviravoltas. 

A narrativa em terceira pessoa nos leva pelos corredores do castelo de Adarlan e nos mostra um pouco sobre cada personagem. A conexão com estes, principalmente com Calaena, é instantânea e com isso nos vemos mergulhados na história e vidrados a cada novo capítulo. Apesar da forma com que o livro foi narrado, é possível aprender um pouco sobre cada habitante do castelo, seus desejos, seus medos e suas personalidades. Nos apegamos há alguns personagens, detestamos outros e torcemos por aqueles que merecem. 

Além disso, o livro tem romance. É até difícil escolher qual o nosso mocinho favorito: Dorian, o sarcástico e encantador príncipe de Adarlan, ou Chaol, o soldado de bom coração. Ambos nos deixam suspirando.

Trono de Vidro faz parte de uma série de seis livros, e admito que estou ansiosa pela continuação. Confesso que não me empolguei quando vi o lançamento do livro, mas agora sei que essa será uma das minhas séries favoritas. Algo que gostei muito foi que a autora soube concluir o ponto principal do enredo e mesmo assim deixar um gancho incrível para o próximo livro. Será torturante esperar.

Trono de vidro é o tipo de livro que não da para não gostar. Com um enredo sensacional, personagens incríveis e uma narrativa deliciosa tenho certeza de que vai conquistar todo mundo.  Simplesmente amei!



Título: Trono de Vidro
Autora: Sarah J. Mass
Editora: Galera Record
Páginas: 390

Você pode gostar disso

2 comentários

  1. Oi flor!
    aiai, to arrependida até hoje de não ter comprado esse livro quando vi em promoção! Faz tempos que quero ler, não sabia que pertencia a uma seria maior, mas que delicia se for tão bom pra mim também, faz tempos que não pego uma série! a historia tinha me conquistado, mas ver que tem romance... aiai de novo! ♥
    adorei sua resenha!
    Um abraço flor!
    Pan
    http://pansmind.blogspot.com/2013/11/sorteio-de-natal-amazonia-arquivo-das.html

    ResponderExcluir
  2. Sabe que recebi este livro há uns dois meses e ainda não li....é que a princípio a capa não me chamou nada a atenção daí fui deixando, mas só tenho visto críticas super positivas sobre ele, pretendo ler logo.

    Beijão, Van - Blog do Balaio
    balaiodelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!

Sinta-se em casa e se gostar do post, não esqueça de comentar.

Beijos!

Último vídeo

Assista também: