Livros

Resenha: A Corte do Ar

16:06



Sinopse: Quando a órfã Molly Templar testemunha um assassinato brutal no bordel onde foi colocada como aprendiz, seu primeiro instinto é correr de volta para o orfanato em que cresceu. Ao chegar lá e encontrar todos os seus amigos mortos, percebe que ela era o verdadeiro alvo, pois seu sangue contém um segredo muito cobiçado pelos inimigos do Estado. Enquanto isso, Oliver Brooks é acusado pela morte do tio, seu único familiar, e forçado a fugir na companhia de um misterioso agente da Corte do Ar. Perseguido pelo país, Oliver se vê cercado de ladrões, foras da lei e espiões, e pouco a pouco desvenda o segredo que destruiu sua vida. Molly e Oliver serão confrontados por um poder antigo que se julgava destruído há milênios e que agora ameaça a própria civilização. Seus inimigos são implacáveis e numerosos, mas os dois órfãos terão a ajuda de um formidável grupo de amigos nesta aventura cheia de ação, drama e intriga.

Uma aventura steampunk e um dos enredos mais geniais que já tive o prazer de ler, A corte do Ar é sensacional.

Antes de tudo preciso dizer que essa não é uma leitura rápida e fácil. É um livro para ser lido aos poucos e prestando muita atenção para não perder os detalhes do universo fantástico criado Hunt. O enredo é repleto de personagens, lugares , criaturas inusitadas e engenhocas steampunk que fazem com que seja necessário prestar muita atenção para não nos confundirmos. 

Nas primeiras páginas fiquei perdida na leitura, justamente pela riqueza de detalhes e personagens, que muitas vezes foram difíceis de “visualizar”. Mas a medida que as páginas foram virando, me vi presa e encantada com a complexidade do enredo e o carisma de seus personagens.

A corte do Ar mistura o universo steampunk de maquinas a vapor, dirigíveis e autômatos com magia, bruxos, seres sobrenaturais e até intrigas políticas. Apesar de ser inusitada, a combinação deu certo e a fantasia elaborada pelo autor se tornou complexa e rica em detalhes. Hunt nos transporta para outro mundo. 

Um ponto negativo do livro é que ele não é o ideal para quem ainda não esta acostumado com livros do gênero steampunk, justamente por seu enredo cheio de detalhes. Para quem não se habituou aos autômatos e automotores, pode ser um pouco difícil acompanhar a narrativa do autor. O ideal é ir com calma nessa leitura.

Apesar das ressalvas, A corte do Ar é um livro sensacional e se tornou um de meus favoritos. O universo criado por Hunt é rico e fascinante, e mesmo sendo uma leitura lenta e às vezes até cansativa (De uma forma boa.), A corte do Ar nos encanta e surpreende do início ao fim. Recomendo!



Título: A corte do Ar
Autor: Stephen Hunt
Editora: Saída de Emergência
Páginas: 537

Você pode gostar disso

3 comentários

  1. Tem tanta gente falando bem deste livro, eu nunca li nada do gênero e a princípio nem tinha me interessado por ele, mas estou começando a mudar de ideia, hehe.

    Beijo, Van - Blog do Balaio
    balaiodelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Alessandra! Essa é a primeira resenha que leio do livro, mas desde então já vi muita gente bastante animada com a leitura! Enfim, nunca li nada do gênero e mesmo estando um tanto quanto curiosa para ler A Corte do Ar, ainda não acredito que seja o momento certo. Vou esperar um pouco mais até me sentir definitivamente pronta pra absorver toda a trama!
    Gostei muito de sua resenha! Livros com detalhes, quando bem escritos, são sensacionais!

    Beijinhos! www.primeiro-livro.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Alessandra!
    Eu tenho muita vontade de ler esse livro, mas agora fiquei com medo de não gostar, por causa da narrativa ser cheia de detalhes... Isso ás vezes acaba me cansando. Mas vou tentar ler!

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!

Sinta-se em casa e se gostar do post, não esqueça de comentar.

Beijos!

Último vídeo

Assista também: