Resenha: Tipo Destino

00:15



Sinopse: Lani e Erin são melhores amigas, embora não tenham muito a ver uma com a outra. Lani é uma taurina tranquila e Erin é a impetuosa leonina. Uma adora Astrologia (e outras artes adivinhatórias também) e ficar em casa; a outra gosta de pessoas e baladas. Suas preferências — incluindo pizzas e meninos — são bastante diferentes, ou eram, até que Erin começou a namorar Jason... Assim que Lani conheceu o namorado de Erin, sentiu uma enorme conexão com ele. Uma sensação de que já se conheciam a vida toda. E, apesar de acreditar que ele sentia o mesmo, ela sempre soube que Jason estava fora de cogitação, afinal, ele era quem ele era! Ela decidiu ignorar seus sentimentos. Não importava o quanto quisesse ficar perto de Jason, nada a demoveria da ideia de se manter distante dele. Então, Erin viajou durante todo o verão...

Prepare-se, pois este é um livro cheio de altos e baixos.

Lani e Erin são melhores amigas e mais que do que isso, possuem uma ligação que vai além da simples amizade. A relação entre as duas começa a mudar quando Erin começa a sair com Jason e o aproxima de Lani. A conexão entre Lani e Jason é imediata e ambos tem muito em comum. A partir dai eles se aproximam cada vez mais, sem que Erin desconfie de nada.

Ao longo do livro acompanhamos Lani, que narra a história, e seu relacionamento proibido.  Lani é a contradição em pessoa, ao mesmo tempo em que é inteligente, dedicada e preocupada com questões ambientais, ela nos irrita com sua inocência exagerada em relação a Jason. Lani é do tipo “Estou sempre sozinha com o namorado da minha melhor amiga, o que tem de errado nisso? Por que todos estão olhando?”, e isso definitivamente nos tira do sério. 

Outro ponto que me incomodou foi a consequência de tudo. A autora focou no relacionamento Jason-Lani e concluiu com um final fraco, deixando algumas coisas sem sentido. Gostaria que tivesse sido diferente, menos relacionamento e mais consequências, pois o desfecho da relação e a reação de Erin foram o ponto alto do livro.

Susane Colasanti foi genial na hora de desenvolver personagens com características tão distintas entre si e adicionar temas como homossexualidade, misticismo e até preservação do meio ambiente.  A autora soube incluir diversos assuntos ao longo da trama sem deixar a história confusa. Confesso que adorei as referencias ao “Destino” e fiquei curiosa para saber mais sobre muitos detalhes citados no livro.


“Não sou fã do Desconhecido. O Desconhecido pode mudar sua vida inteira em um instante. Ele pode tomar tudo de você e nunca mais devolver. Sua vida pode terminar em um instante, antes que você sequer tenha tempo de saber que tudo está acabado.”
 



Apesar dos pontos negativos, a narrativa rápida e divertida nos prende e faz devorar o livro em poucas horas. A autora sabe instigar nossa curiosidade e principalmente surpreender. “Tipo destino” é um livro cheio de ingredientes secretos que certamente irá conquistar muitos leitores. 




Título: Tipo Destino
Autora: Susane Colasanti
Editora: Novo Conceito
Páginas: 288

Você pode gostar disso

2 comentários

  1. eu gostie desse livro, tipo não é uma das melhores leituras do ano pra mim mas é legal.

    ResponderExcluir
  2. Não gostei da capa não, odeio traição e tenho repugnância.
    A capa trata bem disso, por mais que o livro possa não tratar de forma clara.
    Sei lá, não curti não

    Estou sorteando DEZ livros em ritmo de Halloween, você poderá levar todos para casa.
    Participe!
    M&N | Desbrava(dores) de Livros

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!

Sinta-se em casa e se gostar do post, não esqueça de comentar.

Beijos!

Último vídeo

Assista também: