Livros

Resenha: O Menino da Mala

02:00



Sinopse: “Você adora salvar as pessoas, não é? Bem, aqui está a sua chance.” Mesmo sem entender o que sua amiga Karin quer dizer com isso, Nina atende seu pedido e vai até a estação ferroviária de Copenhague buscar uma mala no guarda-volumes. Dentro, encontra um menino de 3 anos nu e dopado, mas vivo. Chocada, Nina mal tem tempo de pensar no que fazer, pois um brutamontes furioso aparece atrás do garoto. Será que ela está diante de um caso de tráfico de crianças? Sem saber se deve confiar na polícia, ela foge com o menino e vai à procura de Karin, a única que pode esclarecer aquele absurdo. Quando descobre que a amiga foi brutalmente assassinada, Nina se dá conta de que sua vida está ameaçada e que o garoto também precisa ser salvo. Mas, para isso, é necessário descobrir quem ele é, de onde veio e por que está sendo caçado.

O primeiro livro da série da enfeira Nina Borg é perfeito para quem gosta de suspense, intrigas e ação.

Já aviso que este não é um livro leve, dentre os assuntos abordados estão a imigração ilegal e o tráfico de pessoas. As autoras elaboraram um enredo que não nos poupa da violência e crueldade enquanto acompanhamos Nina e suas investigações para desvendar a trama. Os personagens não são idealizados, são cruéis, violentos e até os bons comentem erros.

Nina encontra um garoto em uma mala e decide ajuda-lo em vez de entregar as autoridades. Ao longo do enredo acompanhamos a enfeira na sua tentativa de cuidar do menino e descobrir sua origem. Aos poucos vamos descobrindo o que esta por trás do sequestro do menino, a conexão entre os diversos personagens e as consequências  dos acontecimentos. As autoras dosaram cada emoção e cada surpresa para nos prender durante todo o livro.

Algo que me incomodou um pouco foi a grande quantidade de personagens. Os capítulos alteram de um personagem para outro e durante uma parte do livro fiquei confusa e sem entender quem era cada personagem. Além disto, os primeiros capítulos não influem diretamente na história, estão lá apenas para sabermos que existe determinado personagem e mesmo com a narrativa em terceira pessoa é difícil entendermos as situações apresentadas e nos conectarmos com a história. 

Apesar dos pontos negativos, a genialidade do enredo é inegável. Ao longo do livro vamos percebendo a conexão entre os personagens e o desfecho do enredo, que é simplesmente surpreendente. Este não é um livro de leitura rápida. A narrativa é densa e cansativa, apesar de ficarmos curiosos é um livro para se ler aos poucos.

Os apreciadores de tramas investigativas irão, sem dúvidas, colocar “O menino da mala” dentre seus livros favoritos.



Título: O menino da mala
Autoras: Lene Kaaberbol e Agnete Friis
Editora: Arqueiro
Páginas: 251

Você pode gostar disso

2 comentários

  1. Oie :)

    Eu curto muito livros investigativos apesar de não ler muito o gênero. Tenho certeza de que irei gostar desse livro ele já está na minha lista de compras. Sobre a resenha ficou muito bem escrita parabéns. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi linda! Gostei mto da resenha, tenho visto ótimos comentários sobre esse livro
    estou com ele aqui, só não tive tempo ainda de ler
    mas sem dúvidas está no topo da lista =3
    um abraço!
    Pan
    http://pansmind.blogspot.com.br
    www.punkystore.com.br

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!

Sinta-se em casa e se gostar do post, não esqueça de comentar.

Beijos!

Último vídeo

Assista também: