Livros

Niki leu: Não posso me Apaixonar

00:55


Megan Harris admite que deve tudo ao heroico bombeiro que entrou no prédio em chamas para salvar sua filha de sete anos. Ela lhe deve tudo, exceto seu coração, pois, após perder o marido, cinco anos antes, jurara nunca mais sofrer por amor - e pela perda. 
Contudo, quando Gabe e Megan se reencontram e as chamas incontroláveis do desejo se acendem, como ele poderia ignorar a coragem, a determinação e a beleza dela? E como ela poderia negar não apenas o forte vínculo de Gabe com sua filha, mas também a maneira como seus beijos carinhosamente sensuais a induziam a colocar em risco tudo o que manteve por tanto tempo?
A atração entre Gabe e Megan é irresistível, e se ambos não forem cuidadosos, correm o risco de se apaixonar.


Sinopse: Gabe Sullivan é um bombeiro de São Francisco que arrisca sua vida todos os dias. E sabe, por experiência própria, que não deve se envolver com as vítimas de incêndios. 

Assim como o nome da série, “HOT”, sugere, essa história é quente. Em TODOS os sentidos. Em “Não posso me Apaixonar”, continuamos a conhecer a família Sullivan, dessa vez o foco é Gabe, o bombeiro indescritivelmente gosto adorável.

Gabe é tudo que uma mulher pode sonhar: antencioso, lindo, estável, amoroso, carismático, gentil, prestativo, heróico... Enfim, tão bom quanto só um personagem literário pode ser. Sendo bombeiro, sua vida é um constante risco e, em um desses incêndios, ele acaba salvando Megan e a filha dela.

Megan é forte, ainda que muito teimosa. Aquele tipo de mulher dura na queda, que mesmo sendo fechada e difícil para o amor, é uma boa mãe. Sem afetações ou dramas fúteis, uma protagonista cativante que não nos irrita.

Mocinho salva mocinha, ela se apaixona pelo heroísmo e ele pela vulnerabilidade e todos são felizes, certo?

Não aqui, onde o grande problema, afinal, parece ter sido o ato heróico. Cada um tem algo que o outro não aceita em hipótese alguma (por seus muito bem justificados motivos).

Megan não pode ficar com ele, porque sendo um bombeiro, Gabe sempre estaria em risco e após ter perdido o marido cedo, isso não é algo negociável. E Gabe não pode ficar com ela porque a salvou.

A saída parece óbvia para ambos: fuga. Ainda que haja faíscas a cada olhar, eles decidem não levar isso adiante. E é assim, muito relutantes em se aproximarem -apesar do destino parecer conspirar para que isso ocorra- que vão se apaixonando cada vez mais. Principalmente por conta de Summer, a filhinha de Megan, que logo se afeiçoa a Gabe, que por sua vez é conquistado de primeira pela garotinha.

É claro que em algum momento precisam dar vazão aos sentimentos. E, é aí que a história avança.

Logo temos um Gabe decidido e apaixonado que não vai desistir da mulher que ama. E somos então arremessados a uma montanha de romantismo com todos os seus altos e baixos, incluindo noites apaixonantes, lágrimas desesperadas, família de homens bonitos e um bombeiro paternal.

A história é bem escrita, é aquele livro que te faz ficar grudada, com capítulos que terminam em momentos cruciais -e te obrigam a continuar lendo- e uma narrativa rápida e nem um pouco cansativa. Comecei a ler a noite, quando parei já era madrugada e terminei na tarde seguinte. É o tipo de história que te envolve e você não consegue abandonar até ver todos tendo o seu final feliz.



Título: Não posso me Apaixonar
Autora: Bella Andre
Editora: Novo Conceito
Páginas: 302


Você pode gostar disso

2 comentários

  1. adoro livros com bastante capítulo, e mais ainda quando termina um capítulo deixando uma curiosidade enorme em querer continuar lendo o próximo..
    ainda não li nenhum livro da autora, mas quero muito ler todos eles ;~~

    ResponderExcluir
  2. Eu adoro livros nesse estilo, sabe? Com esses capítulos que deixam a gente super ansioso para ler o seguinte.
    Ainda não li nada da Bella Andre, mas isso vai mudar em breve!

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!

Sinta-se em casa e se gostar do post, não esqueça de comentar.

Beijos!

Último vídeo

Assista também: