Diário da Semana

[DDS] Sobre pobre furando a dieta e comidas aconchegantes

23:44

A muito, muito, mas muito tempo atrás, postei por aqui sobre minha vontade de emagrecer e até algumas dicas e explicações sobre a minha nova rotina. Desde aquele dia eu comecei dieta, furei dieta, comi como condenada, comecei a malhar, parei de malhar, recomecei tudo novamente e por aí vai. Finalmente, meses depois encontrei meu equilíbrio, perdi um pouco de peso e aprendi a me alimentar melhor (Falo sobre isso outro dia). Mas confesso que por mais que evite refrigerante, farinha branca e doces, sempre tem aquele alimento, ou aquele dia, que fazem com que a gente meta o pé na jaca e fure a dieta. E é sobre isso que vim falar, sobre minhas jacadas.





Uma vez li que pra furar a dieta, tem que furar com vontade, sem malícia, por favor, o que estou tentando dizer é que já que você vai enfiar o pé na jaca, tem que ser por algo que valha a pena. Aí vamos para o instagram, que já esta obeso de tanta comida aparecendo por lá, e vemos fundues, strogonoffs, fast foods, lasanhas, tortas, sorvetes e etc., e você pensa “Isso vale uma jacada!”. Eu discordo, sou mais (Nas palavras da minha mãe.) “Coisa do pobre”. Jacar com vontade pra mim e comer um ultra, super, mega delicioso pão com margarina. 



Não, nem vem dizer que não tem graça, por que pra mim tem. Gosto das lasanhas e dos macarons, mas meu amor é pelo pãozinho, o francês mesmo que por aqui chama cacetinho, com margarina e só. Eu gosto da lasanha, mas pra mim o pãozinho é amor. E se for amanhecido então... Felicidade pura.



Acredito que o pão com margarina seja uma categoria de alimento aconchegante. Sabe aquela comidinha que te faz sentir bem, recordar a infância, sentir-se seguro, essas coisas? Esse é meu caso com o pãozinho. Comi tanto pãozinho com margarina quando pequena que hoje ele é minha comida aconchego. Isso sem contar os dois anos em que morei sozinha e almoçava pãozinho por pura preguiça de cozinhar. Foram dois anos incríveis. 





Então é isso, o pãozinho se tornou um escape, não só da dieta, mas das sensações ruins. Aquele momento engordantemente prazeroso que você relembra momentos bons, dias alegres e épocas passadas. O porquê desse texto hoje? São 23h, está muito frio, passei por todo meu ritual diário de preparação pré-cama, deitei sob as cobertas quentinhas, me acomodei e...Minha barriga roncou. Sinceramente, a única coisa que quero nesse momento é um belo pãozinho com margarina.



Pão, pãozinho, pãozão, eu te amo do fundo do meu coração!

Você pode gostar disso

3 comentários

  1. aaah, também adoro pão frânces, principalmente se tiver quentinho ainda... com margarina então: muito amor!
    mas é assim mesmo, não adianta só comer coisas saudáveis, as vezes é preciso meter o pé na jaca mesmo! hahaha

    ResponderExcluir
  2. ahh,pão frânces é minhaaa paixão, frio, quente, queimado (haha) coom muitaa manteiga, ou geléia, é meu amor eterno'# hehe
    amoo muito tudo isso'#
    Seguindo aki '# Poderia ajudar a seguir meeu bloguinhoo tbm'#? Obrigadaa desde já'#

    http://amor-teen.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Pão frânceeeeeeeees <3 não consigo viver sem rs
    Eu felizmente não necessito de dietas para manter o peso, então como de tudo um pouco. Já minha mãe, vixe, toda semana é uma dieta nova na segunda, que se quebra na sexta hahaha e é tudo com comida super calórica. Não tem força de vontade .-.
    Beijos, Rayme!
    Descobrindolivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!

Sinta-se em casa e se gostar do post, não esqueça de comentar.

Beijos!

Último vídeo

Assista também: