Livros

Stephanie leu: A Menina que Fazia Nevar

00:29


Sinopse: Todos os dias se parecem na vida que Judith McPherson leva ao lado do pai. Eles têm uma rotina simples e reclusa, numa casa repleta de lembranças da mãe que ela nunca conheceu, e as únicas pessoas com quem convivem são os fiéis da igreja cristã a que pertencem. Judith não tem amigos na escola, onde é alvo de gozações, e para encontrar consolo se refugia no mundo de sucata que construiu em seu quarto. Lá, cada dia é um dia, e a vida pode ser incrivelmente feliz graças a sua imaginação. Basta acreditar que a Terra Gloriosa, como ela chama sua maquete, é realmente o paraíso prometido onde um dia vai viver ao lado da mãe. Aos dez anos, Judith vê o mundo com os olhos da fé, e onde os outros veem mero lixo, ela identifica sinais divinos e uma possibilidade de criar. Assim, constrói bonecos de pano e inventa para eles histórias felizes na Terra Gloriosa. O que nem Judith poderia imaginar é que talvez seu brinquedo seja mais do que uma simples maquete. Pelo menos é o que parece quando ela cobre a Terra Gloriosa de espuma de barbear e a cidade aparece coberta de neve na manhã seguinte. Um pequeno milagre, é assim que ela interpreta esse e outros sinais parecidos. Tão pequeno que muitas pessoas poderiam pensar que não passa de coincidência, mas Judith sabe que milagres nem sempre são grandes, e que reconhecê-los é um dom de poucas pessoas. Longe de ser benéfico, no entanto, esse poder traz consigo uma grande responsabilidade. Afinal, seria certo usar a Terra Gloriosa para se vingar de Neil Lewis, o colega que a maltrata todos os dias na escola? 





A Menina que Fazia Nevar é um verdadeiro poema, uma história comovente e tensa, onde a autora penetra na mente de uma garotinha de 10 anos chamada Judith, a qual leva uma vida simples junto a seu pai (alguém que não consegue lhe dar a atenção que ela necessitaria) e na ausência materna e cujo mundo é o seu próprio quarto. Ali, ela constrói a sua "Terra Gloriosa". 

A garota vive envolta em religião e sua natureza meiga e inocente a faz crer em milagres, o que se torna um problema quando, ao ser ameaçada por um colega de escola, ela "faz com que neve" em sua Terra Gloriosa, dentro de seu quarto para que ela não tenha que ir à escola e, como acredita que vá acontecer, ser morta, e milagrosamente a neve realmente cai lá fora. A menina passa a acreditar que possui certo tipo de poderes e isso acaba por lhe trazer consequências, de modo que, num primeiro momento, pensamos que a obra possa se tratar de algo como "A Cabana", ou "Corajosos", que procuram semear a fé. Mas o caso do livro em questão é justamente o contrário. Grace McCleen vem nos mostrar o que o fanatismo é capaz de fazer, agravando-se ao se tratar de uma mente infantil. 

A narrativa, a qual muitas vezes me lembrou um poema, segue numa subida tensa no ritmo  perfeito e nos faz amar a natureza infantil e refletir sobre os reflexos do que faz jus a "tudo o que vem em excesso, vem para o mal". 







Título: A menina que fazia nevar
Autor: Grace McCleen
Editora: Paralela
Páginas: 312

Você pode gostar disso

3 comentários

  1. Que sinopse perfeita! E que resenha linda, esse livro parece ser tão bonito e simples... E a capa é maravilhosa! Fiquei curiosa pra ler, rs
    Estou seguindo aqui, temos uma coluna nova lá no blog, visita?
    http://elastemalgumestilo.blogspot.com.br
    Beijos,
    Tina.

    ResponderExcluir
  2. Não entendo porque logo no lançamento esse livro não me chamou atenção, mas à medida em que tenho lido resenhas dele ele tem me agradado, agora você tocou num ponto que acho lindo em um livro 'linguagem quase poética'... cada vez tenho decido que preciso lê-lo.

    bjs,
    Camila Márcia
    @camila_marcia
    De Livro em Livro
    Devaneios Fugazes

    ResponderExcluir
  3. Oi, Stephanie!
    Eu já li esse livro e também gostei muito.
    Achei incrível a escrita da autora, de uma leveza quase dolorosa por causa da inocência da Judith.

    Gislaine Alves || Jeito Inédito
    {ah, eu tô seguindo. Se quiser retribuir ficarei muito agradecida :D}

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!

Sinta-se em casa e se gostar do post, não esqueça de comentar.

Beijos!

Último vídeo

Assista também: