Livros

Resenha: Canção do Mar

23:41

Sinopse: Harper só quer uma vida segura e normal. Mas quando sua jovem irmã Gemma foge com um bando de garotas bonitas e perigosas, Penn, Thea, e Lexi, tudo muda. Jurando conseguir sua irmã de volta, Harper deve encarar perigos que jamais experimentou. Felizmente, ela tem Daniel do seu lado, um deslumbrante garoto que está ajudando em sua busca e é imune aos poderes sombrios das garotas. Enquanto Harper procura sua irmã, Gemma se esforça para se ajustar a sua nova vida. Seus poderes estão crescendo mais a cada dia, e quanto mais tempo vive com suas novas “irmãs”, mais difícil é resistir ao seu mágico mundo. É um reino tanto sombrio quanto bonito, onde ela é atormentada por uma estranha fome e necessidades indizíveis. Justo quando ela está afastando-se de sua antiga vida, Harper e Daniel a encontram… mas ninguém pode negar o quanto ela mudou. Tudo o que ela quer é voltar para sua família e seu mundo mortal, mas como ela poderá fazer isso quando ela se tornou algo totalmente diferente — e será que eles ainda a amarão quando descobrirem a verdade?

Spoilers do primeiro livro

Continuando a aventura iniciada no livro “Despertar”, o segundo volume da série “Watersong” nos conta sobre a nova vida de Gemma como sirena e da busca de Harper para encontrar a irmã.

Vivi uma relação de amor e ódio com este livro. “Canção do mar” sofreu a famosa maldição do segundo livro, sendo totalmente sem graça e desnecessário em comparação ao primeiro. Mas eis que aos 45 min do segundo tempo a autora marca um gol. O livro pode ser dividido em duas partes: A primeira de total enrolação e a segunda com um enredo arrebatador.

A história começa exatamente onde o primeiro livro termina. Gemma esta vivendo com as sirenas e lutando para controlar seus instintos assassinos enquanto Harper procura uma forma de encontra-la. Apenas isso. Essa primeira parte do livro é um pouco lenta e enrolada. A autora focou no dia a dia de ambas as irmãs, mas sem acrescentar nada a trama. A primeira parte do livro é totalmente desnecessária, pura enrolação para poder escrever 2 livros em vez de apenas 1. 

Apesar deste grande ponto negativo, a leitura valeu a pena. Da metade para o fim do livro a autora soube introduzir ação o suficiente para nos prender até o fim. Com novos mistérios e revelações, Amanda Hocking conseguiu um final surpreendente e um ótimo gancho para a continuação.

Então, vale a pena ler “Canção do mar”? Sim, vale. Apesar de ficar obvio que autora esta tentando enrolar para deixar o livro maior, a narrativa é gostosa. A história pode ter ficado um pouco chata, mas é um livro rápido de se ler e o final com certeza compensa qualquer decepção inicial. 

A história tem potencial, e espero, do fundo do meu coração, que o próximo livro fuja desta fórmula e seja de todo fantástico.

Título: Canção do mar

Série: Watersong

Autora: Amanda Hocking

Editora: Planeta

Páginas: 206

Você pode gostar disso

1 comentários

  1. Oi, Alessandra!

    Confesso que não me sinto interessada por essa série. Algumas séries, infelizmente, tem esse problema mesmo. A gente sente que o autor (ou autora) está enrolando pra resolver tudo só pra que tenha o que contar no próximo volume. =/ Mas que bom que o livro não foi totalmente decepcionante e o final valeu a pena. Tomara que o próximo livro te agrade mais! o/

    Beijos,
    Amanda — Lendo & Comentando :)

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!

Sinta-se em casa e se gostar do post, não esqueça de comentar.

Beijos!

Último vídeo

Assista também: