Livros

Niki leu: Lola e o Garoto da Casa ao Lado

20:09

Sinopse: A designer-revelação Lola Nolan não acredita em moda... ela acredita em trajes. Quanto mais expressiva for a roupa — mais brilhante, mais divertida, mais selvagem — melhor. Mas apesar de o estilo de Lola ser ultrajante, ela é uma filha e amiga dedicada com grandes planos para o futuro. E tudo está muito perfeito (até mesmo com seu namorado roqueiro gostoso) até os gêmeos Bell, Calliope e Cricket, voltarem ao seu bairro.
Quando Cricket — um inventor habilidoso — sai da sombra de sua irmã gêmea e volta para a vida de Lola, ela finalmente precisa conciliar uma vida de sentimentos pelo garoto da porta ao lado.


Sabe aqueles livros fofos, leves, sensíveis e engraçados que não conseguimos largar até o final? Lola é um deles.

Comprei por impulso numa promoção da Saraiva e, pela capa, nem esperava muita coisa. Pela sinopse do site, pensei que era uma comédia romântica sobre uma mulher “designer revelação”, ao ler então as costas do livro em mãos, me desiludi por ser sobre uma adolescente, cujos três desejos são:

- Participar do baile de Inverno vestida de Maria Antonieta (da maneira mais espalhafatosa possível)

- O namorado ser aprovado pelos seus pais (aliás, amei essa parte: “Pais”, não “Pai e Mãe”)

- Nunca mais ver os Bell

Pensei “só mais um romance teen americano”.

Só depois de uns dias comecei a ler, cada página me deixava mais encantada e cativada. Lola (não a chame de Dolores!) é diferente de qualquer mocinha típica, para começar ela não acredita em moda, acredita em trajes e, com isso temos uma avalanche de roupas excêntricas e perucas coloridas...

Ela namora com Max, um roqueiro mais velho. E seu grande problema é que seus pais não o apoiam a sua relação (é justificável), o que ela tenta remediar de várias maneiras ao aproximá-los.

Sobre seu último pedido, ela se vê com problemas quando os Bell retornam à vizinhança. Os gêmeos são o pesadelo de Lola, Calliope é uma patinadora profissional orgulhosa e mimada e Cricket  é um inventor prodígio com quem Lola tem um passado.

De volta á sua vida, Cricket se mostra um cara realmente legal, diferente da imagem que Lola possui de tempos atrás. E para piorar, seus pais o adoram. Logo, ele passa a fazer parte de seu cotidiano e ela vai percebendo que algumas más impressões podem estar equivocadas e que velhos sentimentos podem retornar.

Muito sutil e naturalmente a própria Lola vai mudando e, com isso, encontrando um equilíbrio entre o gosto excêntrico e a pessoa real.

O fato de ela ter um namorado pode no início ser meio incômodo, porém a ajuda no decorrer da história a descobrir quem ela realmente é, ou quem ela quer.

“Lola e o Garoto da Casa ao Lado” ultrapassa expectativas, te diverte, emociona e surpreende, o que é muito bem vindo nessa rotina de “só mais um romance clichê”.


Título: Lola e o Garoto da Casa ao Lado
Autora: Stephanie Perkins
Editora: Novo Conceito

Páginas: 288

Você pode gostar disso

4 comentários

  1. ah eu até gosto de cliches :) fiquei curiosa para ler esse livro. até pedi ele na página de vantagens agora xp

    ResponderExcluir
  2. Esse livro é muito fofo e gostoso de ler por ser clichêzinho mas de um jeito muito divertido!
    Beijo,
    Nic

    ResponderExcluir
  3. Lola é realmente muito fofo, eu me cativei pela escrita de Perkins quando li Anna e o Beijo francês, que para mim, é ainda melhor que Lola.
    Acho engraçado os Pais de Lola e toda a trama, muito fofa e encantadora.

    Camila Márcia
    @camila_marcia
    De Livro em Livro
    Devaneios Fugazes

    ResponderExcluir
  4. comecei a lê-lo esses dias, mas não estou nem na metade ainda
    estou com uma ressaca literária danada ;@
    até agora está se mostrando ser bem fofo *-*

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!

Sinta-se em casa e se gostar do post, não esqueça de comentar.

Beijos!

Último vídeo

Assista também: