Livros

Stephanie leu: O Príncipe Gato

15:37


Sinopse: Através de um Buraco de Minhoca — túnel dimensional que interliga dois mundos — localizado no Parque do Trianon, São Paulo, surge um viajante felino movido por uma única e importantíssima missão: a busca por uma lendária ampulheta. Escondida em algum local inóspito da cidade, a relíquia é a única capaz de salvar Marshmallow, terra do Príncipe Gato, que está à beira da destruição. No entanto, parece que ele não foi o único a atravessar o portal. Seres malignos irromperam das barreiras e logo declararam uma caçada voraz, com objetivos mais sombrios... Além de seus perseguidores, o Gato luta contra seu maior inimigo: o Tempo. É preciso encontrar este objeto antes que seja tarde e seu mundo esteja para sempre perdido. Contudo, ele não estará sozinho nesta empreitada e poderá contar com a ajuda de seus fiéis companheiros. Fascinante, angustiante e até mesmo engraçada, a história retrata os mistérios jamais desvendados da cidade paulistana, com um toque de magia e esperança. 





Fantasia. Quem tem fantasia não precisa de mais nada para sonhar e esquecer-se das telhas soltas no telhado da mente. E O Príncipe Gato é realmente pura fantasia. Sem elementos pesados, sem palavreado sujo, sem apelações. Magia, conhecimento e amor são as três definições perfeitas para a Jornada da (carinhosamente apelidada por mim) Bola de Pêlos. Enxergamos a história, ora de dentro da mente do Príncipe de Marshmallow, ora de dentro da mente de Hugo, um humano cheio de personalidade que se mostra, cada vez mais, tão importante quanto o Gato. 

Mas não se enganem. Existem muito mais criaturas interessantíssimas e peculiares dentro do que se tornou um de meus livros favoritos. E não há indícios de superficialidade em qualquer um deles. Muito pelo contrário, aliás. O Príncipe Gato é uma fantasia literária cheia de encantos, mas poderia muito bem ser uma pintura cheia de cores, uma escultura que parecesse estar viva ou uma música para dançar no ar. 

Podemos encontrar também humor. Um humor que faz com que, ainda que nos emocionemos e fiquemos até mesmo bem tensos, não fiquemos com aquele peso que, às vezes, pode demorar uma semana pra sair da cuca. Não. É uma aventura para recordar e sorrir. 

Falemos aqui de três personagens: Hugo, Príncipe Gato e Eleanor. Um humano que conversa com um gato que conversa com um rato, respectivamente. 
Para a minha felicidade, Hugo está longe de ser alguém comum, parte da massa de mentes dormentes. Ele é, para todos os efeitos, normal, contudo, sem rastros de futilidade. E não podemos deixar de lado... seu coração. 
O Príncipe é divertidíssimo. Para quem ama príncipes. Para quem ama heróis. Para quem ama gatos. E, se querem uma dica... ele se parece muito com Hugo. Para saber mais, leiam. :)
Eleanor é um rato. Que fala. Mas nem todo mundo ouve. O que é uma pena, pois ele sempre tem algo realmente interessante a dizer. Seu cérebro certamente não condiz com seu tamanho, e sua nobreza com certeza faz contraste com sua aparência. 

Com esses três personagens, outros mais e mergulhado em mundos que não são o que parecem, mas que, com certeza, possuem magia de sobra, você certamente vará uma viagem encantadora que o fará ir pra longe de qualquer lugar que você desejar. Decididamente, leia. 

(Stephanie leu esta obra em companhia de seus gatos. Eles adoraram). 






Título: O Príncipe Gato
Autor: Bento de Luca
Editora: Novos Talentos da Literatura Brasileira
Páginas: 304




Você pode gostar disso

1 comentários

  1. parece ser um bom livro, a capa me interessa muito
    sme contar que a história em si chama atenção, pelo menos eu achei mega diferente.
    gostei muito da resenha
    ^^

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!

Sinta-se em casa e se gostar do post, não esqueça de comentar.

Beijos!

Último vídeo

Assista também: