Livros

Stephanie leu: @mor

15:33


Sinopse: Num e-mail enviado por engano, começa um relacionamento virtual que testa as convicções de Leo Leike e Emmi Rothner. Leo Leike, ainda digerindo o fracasso de seu último relacionamento, responde de forma espirituosa a duas mensagens enviadas por engano por Emmi Rothner, casada. Inicialmente, ela só queria cancelar uma assinatura de revista. Depois, inclui Leo por engano entre os destinatários de um e-mail de boas festas. Na terceira troca de e-mails, o mal-entendido dá lugar à atração mútua, reforçada pelo fato de um nunca ter visto o outro. Nada como a curiosidade instigada por frases bem encadeadas chegando a intervalos regulares numa caixa postal eletrônica para que os dois se esqueçam dos possíveis impedimentos. A cada dia, Leo e Emmi se sentem mais impelidos a marcarem um encontro. Após trocas contínuas de mensagens, está claro para ambos que o marido dela e as feridas emocionais dele não serão obstáculos para que marquem um encontro. O único obstáculo real é a insegurança de ambos quanto à transformação da fantasia em realidade. A expectativa é uma faca de dois gumes e a realidade pode não estar à altura. A tradição dos romances epistolares, compostos exclusivamente de trocas de cartas, é antiga na literatura ocidental. O primeiro livro com estas características, o espanhol Prisão de amor, de Diego de San Pedro, data de 1485. No século 18, o gênero se tornou popular, com clássicos como Ligações perigosas, de Choderlos de Laclos, Clarissa, de Samuel Richardson, e O sofrimento do jovem Werther, de Johann Wolfgang von Goethe. O austríaco Daniel Glattauer dá nova vida à tradição epistolar em @mor, primeiro de dois romances que exploram um relacionamento sustentado basicamente em trocas de e-mails. Romance de estreia de Glattauer e campeão de vendas na Alemanha e na Espanha, o livro explora, sob roupagem moderna, sentimentos familiares a amantes de todas as gerações. 





Estava à procura de algo mais leve para ler e topei com essa gracinha: @mor, de Daniel Glattauer. E por falar no autor, o livro é tão sensível que eu li ele todo pensando ter sido escrito por uma mulher, sem prestar atenção ao nome escancarado na capa.

O livro se trata puramente de uma sequência de e-mails cada vez mais frequentes, engraçados e sentimentais, trocados entre “Leo” e “Emmi”, os quais se conheceram de uma maneira nada convencional e muito hilária, mesmo para a internet.

A experiência de acompanhar uma troca de e-mails fictícia é absolutamente interessante. Com o tempo começa a parecer que aqueles são e-mails reais, escritos por um Leo e uma Emmi reais, já que todas as páginas são compostas puramente por e-mails. Além disso, é possível se identificar, caso se tenha conhecido um “alguém virtual” e sentido verdadeiro afeto por essa pessoa.

Leo e Emmi são personagens cheios de sentimentos e peculiaridades, e suas personalidades foram muito bem expressas pelo autor, que explorou brilhantemente a psicologia do “sentir”, tornando impossível se cansar da conversa dos dois, não importa quanto dela se leia. Além disso, iniciar a leitura já tendo em mente que os dois desenvolverão sinais de amor não tem muita influência na leitura em si, e é bem  provável flagrar-se ansioso “pela próxima mensagem” e o quão sentimental, inteligente e engraçada ela será. Também não é preciso se esforçar para deduzir que, em algum momento, eles podem querer se encontrar. Mas quando, como e onde? E será que vai acontecer?

Quem estiver preocupado com o aumento das sensações de angustia pode se acalmar. O humor salpicado de ironia e sarcasmo estão presentes em muitas das conversas durante o livro todo!

O autor está absolutamente de parabéns por ter conseguido inserir em uma troca contínua de e-mails tanto sentimento, humor, e principalmente, personalidade. Livro doce e inteligente. Recomendo, é claro. J




Título: @mor
Autor: Daniel Glattauer
Editora: 
Suma de Letras
Ano: 
2012
Páginas: 
184



Você pode gostar disso

4 comentários

  1. Parece ser interessantíssimo, e uma história boa para envolver qualquer leitor!! Gostaria muito de ler, e viajar junto com as personagens!!
    Tô Curioso para saber como são concluidos os fatos de uma história de amor que comessa meio do nada, e qe pode háver um fim bárbaro!!

    ResponderExcluir
  2. Vivemos num mundo cada vez mais voltado para a vida virtual, q de virtual pouco tem hoje em dia. Em alguma parte de nossas vidas todos iremos vivenciar senão um amor desse pelo menos uma amizade verdadeira. Amei a resenha e claro que vou ler.
    Parabéns.

    ResponderExcluir
  3. parece um livro muito bom viu *0* gostei

    ResponderExcluir
  4. Ai que lindo! Quero TANTO ler! Parece ser um @mor HIHIHI
    Beijos, Ni
    Ninhada Literária

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!

Sinta-se em casa e se gostar do post, não esqueça de comentar.

Beijos!

Último vídeo

Assista também: