Cinema

Orgulho e Preconceito - O filme

18:42


Olá leitores, sentiram minha falta? Desculpem a ausência, mas fim de ano vocês já sabem, festas e pouco tempo para atualizações. Na próxima semana as postagens retornam trazendo muitas novidades.

Londres, século 19. Em um baile, Elizabeth Bennet (Keira Knightley), jovem sensível e determinada, conhece Fitzwilliam Darcy (Matthew MacFadyen, de "Enigma"), cavalheiro rico, arrogante e rude. Enquanto seus amigos trocam flertes, os dois entram numa relação de amor e ódio, e Elizabeth aos poucos descobre que Darcy não é tão desagradável quanto parece.

Orgulho e preconceito é baseado na obra de mesmo nome da escritora inglesa Jane Austen. Este é um dos poucos filmes que seguem fielmente o livro, o que me surpreendeu bastante, pois toda vez que vejo um filme baseado em livros, já fico atenta para identificar os erros e mudanças. Orgulho e preconceito foi fielmente adaptado.  

As locações são de tirar o fôlego.  Netherfield, Pemberly, e a casa dos Bennets são retratados tal qual a descrição do livro. E a fotografia é de uma riqueza incomparável. O interior da Inglaterra no século 19 foi retratado com perfeição, tirando o fôlego do espectador a cada novo ambiente.

Cena de Orgulho e Preconceito
Não falarei sobre o enredo, por motivos óbvios. Mas se você é do tipo preguiçoso literário e mesmo assim que conhecer  Elizabeth e Mr. Darcy, esta é uma grande oportunidade.

Quanto ao elenco, confesso que não me agradou muito. Como já disse no post sobre a séria Lost In Austen, Keira não é minha preferida para ser Elizabeth (Oi Natalie Portman). Mr. Darcy e Mr. Bingley também deixam muito a desejar. Não no quesito interpretação, é claro, todos são magníficos, mas quanto a semelhança com os personagens do livro.  Nesse ponto, prefiro o elenco de Lost In Austen. Abro exceção para Lady Catherine DeBurgo, que na adaptação de Joe Wright, fecha completamente com as características descritas, e também imaginadas por mim ao lê-lo. Aliás, ver Lady Catherine me fez gostar menos ainda dela, se é que isso é possível. 

Mr. Darcy e Elizabeth

Jane Bennet, Caroline Bingley, Elizabeth Bennet e Mr. Bingley

A trilha sonora é magnífica.  Filmes de época sempre me agradam quanto à trilha sonora, mas a de Orgulho e Preconceito merece destaque, principalmente durante o baile em Netherfield. 
Keira Knightley como Elizabeth Bennet

Sei que sou suspeita para falar de Orgulho e Preconceito, mas o que posso fazer, se para mim esta é a mais bela história de amor de todos os séculos? Se você tem duvidas, assista esta versão da obra de Jane Austen e comprove você mesmo. 


Orgulho e Preconceito, 2005. 

Esse é mais um post para o  Mês Austen, organizado pela Karlinha do Coffie and Movies.

Você pode gostar disso

3 comentários

  1. Eu li o livro recentemente, adorei, uma delícia de ler!

    ResponderExcluir
  2. Adorei sua crítica sobre o filme. Ao contrário de você já gosto muito da Keira. Acho que ela pegou bem o "fio" de Elizabeth Benneth sabe?
    Obrigada pela participação no Mês austen

    ResponderExcluir
  3. Eu tive uma torção no pescoço lendo o livro ... hahaha ... entrei no livro, quando fui me mexer, pronto, venho a dor terrivel, uma semana de colar cervical. LoL

    Amo esse filme, já assisti umas 20 vezes.



    http://deblusinhabranca.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!

Sinta-se em casa e se gostar do post, não esqueça de comentar.

Beijos!

Último vídeo

Assista também: