Livros

A canção do Súcubo

21:43




Súcubo (s.m.) – Fascinante criatura do mal, do sexo feminino. Capaz de mudar de forma; Seduz e dá prazer a homens mortais.

Patética (adj.f.) – Um súcubo com sapatos fantásticos e sem nenhuma vida social. Ver: Georgina Kincaid.

Georgina tem todos os homens a seus pés, mas não pode ter o único homem que deseja. Se ceder aos seus impulsos, pode levar seu amado à morte. Mas como resistir a Seth Mortensen, o famoso e sexy escritor que o destino colocou no seu caminho?

Mais uma obra de Richelle Mead que me surpreende. A canção do Súcubo não é um romance sobrenatural como qualquer outro. Aqui também encontramos vampiros, anjos, demônios e outras criaturas, mas no centro de tudo está Georgina, um súcubo que não gosta de ser súcubo, muito menos de estar no lado “mau” da coisa.

O livro é uma mistura de sobrenatural, suspense e chick lit. A vida amorosa de Georgina é uma bagunça total, graças aos seus poderes de Súcubo. Subgerente de uma livraria, Geogie divide o apartamento com uma gata chamada Aubrey, seus melhores amigos são o duende Hugh e os vampiros Peter e Cody. Georgina ainda compartilha a eternidade com o demônio Jerome e o anjo Carter. Todos entram em alerta quando um vampiro é assassinado por algo não identificado.

Confesso que nas primeiras páginas a história é um pouco monótona, focando pequenos detalhes como o dia a dia de Georgina, estando mais para chick lit do que romance sobrenatural. Mas então Kincaid começa a receber bilhetinhos do misterioso assassino, e é aí que a ação começa. Desconfiada de que Jerome e Carter estão escondendo algo, Georgie começa a investigar a natureza das mortes.

Um mistério como nunca vi, a identidade do assassino só é revelada nos últimos capítulos, e a maneira como tudo termina é completamente fora do comum (mesmo para algo sobrenatural). Nas ultimas 100 páginas, já havia se tornado impossível piscar e fechar a boca. Por mais que eu adore investigar junto com a personagem, jamais conseguiria supor toda a trama que se desenrolou, digna de Richelle Mead.

Quanto aos relacionamentos de Georgina, é preciso prestar atenção para não se perder, afinal, ela é um súcubo, sua função é seduzir e arrecadar almas para o inferno. Se você não gosta de cenas mais picantes, e quando eu digo picantes quero dizer PICANTES, não leia. Em alguns momentos a história realmente pega fogo. Mas apesar dos deveres profissionais, o romance impossível entre Seth e Georgie é fofo demais, e cheio de contrastes. Ela, sedutora poderosa, ele tímido escritor.

Geogina  é uma personagem que encanta. Apesar de sugar a alma das pessoas, ela não faz isso por que gosta, até mesmo na hora de vender a alma e se tornar súcubo, Georgie estava pensando no bem. Corajosa, inteligente, honesta, caridosa, sedutora e principalmente, poderosa. Esta é Georgina Kincaid, e você não pode deixar de conhecê-la.

A canção do Súcubo é o primeiro livro de uma série que nos EUA já está no sexto livro. No Brasil, o livro foi lançado pelo selo Essência da editora Planeta, e há previsão de lançamento do segundo volume, O poder do Súcubo, para 2011.

A Canção do Súcubo, Richelle Mead. Essência livros, 299 páginas.

Classificação: 4

Você pode gostar disso

3 comentários

  1. ui meio confuso mas não faz meu gênero mesmo por causa das cenas picantes, mas gostei da resenha

    ResponderExcluir
  2. Eu acho que vou gostar desse livro, meu único problema vai ser aguentar para o próximo sair em português ou então vou ter que comprar o livro em inglês mesmo.

    Adoro ler sobre livros, aliás, adoro ler, então pode ter certeza de que vou voltar aqui mais vezes.

    Bjos
    Mari
    http://aprendizdeesmaltodolodra.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Olá!

    Ah, finalmente um livro sobrenatural que me chamou a atenção. Não sei se terei tempo para lê-lo, mas com certeza estou ansiosa para fazê-lo. Sua resenha ajudou muito, obrigada!

    Abraço,
    Ana Nonato.
    http://odesafiodecadadia.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!

Sinta-se em casa e se gostar do post, não esqueça de comentar.

Beijos!

Último vídeo

Assista também: